domingo, 17 de novembro de 2013

Associações de Animais e Veterinários


O que eu vou dizer aqui neste post pode ir contra a opinião de muitos defensores de animais e associações. Eu sou defensora dos animais, mas acho que às vezes essas pessoas são tão extremistas que não fazem as coisas de maneira certa.

Ser-se Veterinário é um profissão que tem como base gostar de animais. No entanto, muitas pessoas (principalmente que pertencem a associações de animais) pensam que nós somos a nossa Senhora de Fátima e que temos que salvar todos os animais de borla. 
Muitos chegam às clínicas com um gatinho que encontraram na rua e passam à frente de toda a gente com marcações a exigir que nós tratemos do bichinho sem pagarem depois. E isto acontece muito. Há associações que têm dívidas enormes em clínicas.
Como é óbvio muitos veterinários não aceitam, e depois são chamados de gananciosos, que só querem saber do dinheiro e que se estão pouco lixando para os animais.
O que estas pessoas não percebem é que cada procedimento, por muito simples que seja, exige material, anestesia, fármacos e exames que custam dinheiro. E para os veterinários manterem a clínica precisam de pagar essas coisas todas. Uma simples castração precisa de fios de sutura, anestesia e outros materiais cirúrgicos... Já para não falar que também tem que se pagar a luz, água e arrendamento do estabelecimento, e muitas vezes ainda estão a pagar os aparelhos às prestações, que não são nada baratos.
Depois há aquelas pessoas que ligam ao Veterinário para pedirem um "conselho": «Ai, coitadinho do meu cão que está só a vomitar desde ontem. O que é que ele tem?» Ora bem, se quer saber qual o problema do seu Bobi, tem que o trazer ao consultório para o podermos observar e realizar vários exames, como raios-x, já que vomitar pode ser indicativo de muita coisa. Nós não temos uma bola de cristal no consultório que advinha o que o bichinho tem. Para além disso, passamos 6 anos a estudar na Universidade para adquirimos conhecimentos. Um simples conselho só pode ser dado com base nesses estudos intensivos. E as pessoas têm que perceber que esse conhecimento é valioso.
Um inglês que vá ao Veterinário simplesmente para perguntar qual é a melhor ração para o seu animal paga por esse conselho, mesmo que o Veterinário diga que não é preciso. Os portugueses não. E ainda reclamam que é muito caro e tentam regatear o preço.
Se alguém for ao cabeleireiro  paga o preço que a senhora pede e não reclama. Para além disso não se vê cabeleireiros a arranjar o cabelo aos sem abrigos.
Com Veterinária é a mesma coisa. É um serviço que tem de ser pago e respeitado.
Claro que tentamos ao máximo ajudar os animais. Quantas vezes não apareceram já animais no Hospital onde estudo, em que os médicos deram um jeitinho no preço ou aceitaram o pagamento em prestações. Sabemos que estes tempos são difíceis e as pessoas têm pouco dinheiro, então há que tentar facilitar e ajudar o máximo, mas nós não trabalhamos a ar. Temos muitas despesas que temos que as pagar. Temos famílias a sustentar.
A única forma de baixar os preços seria se a saúde animal fosse comparticipada pelo Estado. 

Claro que há pessoas que são uma vergonha para a profissão, mas não se pode generalizar.

Digam-me a vossa opinião. São defensores dos animais? Acham que os Veterinários deveriam trabalhar à borla?

13 comentários:

  1. notase que adoras animais -.-'

    ResponderEliminar
  2. Anónimo:
    Podes falar abertamente. Não precisas de te esconder. Sim, eu adoro animais. Todos os cães e gatos que tive foram recolhidos da rua e eu adoro-os do fundo do meu coração.
    Mas como queres que os Veterinários trabalhem sem receberem? Como é que mantém uma clínica aberta? Como é que fazem cirurgias sem os materiais?

    ResponderEliminar
  3. eu acho que não faz sentido os veterinários trabalharem à borla, afinal também é uma profissão e exige esforço!
    concordo com o que disseste.

    ResponderEliminar
  4. r: completamente isso! Também sinto muitas saudades do meu sofá!

    ResponderEliminar
  5. Eu concordo contigo! Como tu disseste, para uma clinica funcionar é preciso dinheiro. Acredito que os veterinários queiram ajudar os animais mas os donos também têm que cooperar, não é ficar à espera que façam tudo de borla. Mas essa é a tipica mentalidade do português! Querer as coisas feitas sem dar nada em troca...

    ResponderEliminar
  6. Concordo perfeitamente, faz todo o sentido!

    ResponderEliminar
  7. quero ser veterinária e sou defensora dos animais mas tens toda a razão! se calhar gasta-se material com uma pessoa que não pagou e depois não há material para um animal que precise se calhar mais e os donos estão dispostos a pagar. o material têm de ser pago, e a culpa disso não é dos veterinários, que se calhar até trabalhariam de borla em alguns casos se fosse mesmo preciso

    ResponderEliminar
  8. Concordo contigo! Não vejo mal em os veterinários trabalharem de borla em alguns casos (seja para instituições, seja no seu próprio consultório) mas, os materiais são muito caros e não se pagam dívidas com boas acções. Acho que no meio disto tudo, o maio problema está na mentalidade das pessoas. No estrangeiro, há seguros para os animais e ninguém tem problemas em levar o animal ao veterinário regularmente.

    ResponderEliminar
  9. Pois tudo tem o seu preço.

    Talvez uma boa ideia seria fazer um fundo para esse tipo de situações, mas sem a falsa expetativa de que o fundo vá dar para todos os bichos.

    ResponderEliminar
  10. Partilho da tua opinião. Sendo que o mesmo raciocínio se aplica a outras áreas. Por vezes, não se pode ajudar tanto quanto se quer...

    ResponderEliminar
  11. eu sou uma completa defensora dos animais e estou a pensar seguir medicina veterinária (o que ainda não é certo porque a biologia marinha tem-me conquistado em vários parâmetros) e confesso que, em algumas coisas concordo contigo. os veterinários não podem fazer as coisas à borla mas, muito sinceramente, acho que se alguém viesse ao meu consultório (olha eu a sonhar alto) pedir-me ajuda para o quer quer que fosse eu não pensava duas vezes antes de aceitar. então eu que tudo o que seja animal quero trazer para casa ! apesar de todas as dificuldades de poderia passar ajudava sem pensar duas vezes, sem dúvida alguma !

    ResponderEliminar
  12. Eu também estudo veterinária e não podia concordar mais com o que escreveste! Acho que um dos grandes problemas é as pessoas acharem que os veterinários são muito caros porque comparam os preços com o que gastam nos hospitais públicos quando os preços dos veterinários só podem ser comparados com os das clínicas/hospitais privados em Medicina Humana.

    ResponderEliminar