segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

POST COM BOLINHA VERMELHA

Digamos que este post deveria vir com bolinha vermelha O

O sexo oral é tabu para muitas raparigas. Em conversa com amigas minhas, já a algum tempo atrás, algumas diziam que nunca o iriam fazer, que achavam nojento. Eu sempre me mantive neutra, porque até bem à pouco tempo era mais virgem que o azeite, então não tinha como se saber se o haveria de fazer ou não.
Algumas raparigas não o fazem, por várias razões: já experimentaram e não gostaram, acham a ideia repugnante ou têm medo.
Eu sempre fui adepta de experimentar de tudo um pouco, e se não se gostar, simplesmente não se repete. A verdade é que os rapazes adoram blowjobs e é uma mais valia na relação se a rapariga o fizer (principalmente naquela altura do mês) e se o fizer bem, com gosto e paixão.
Mas também há a outra parte. Porque não é só a rapariga que pode fazer ao rapaz. Nós, mulheres, também gostamos que que o nosso namorado saiba utilizar os dedos e a boca. E o factor mais importante é a comunicação. Não ter vergonha de dizer onde gosta que lhe toquem mais, como o deve fazer. Isto porque o rapaz não sabe aquilo que estamos a sentir e sem um pouco de orientação e GPS ele pode-se sentir perdido.
Na minha opinião, esta é uma forma muito boa de descobrir o corpo um do outro, de descobrir novas formas de prazer, de manter a dinâmica numa relação de modo a que não caía na monotonia.
Felizmente eu tenho um namorado, que para além de ser viciado em sexo, é muito criativo, experiente, mas acima de tudo, compreensivo. Ele sabe que eu não tenho a mesma estaleca que ele, e que para mim muitas destas coisas ainda são novidade e é normal eu ficar um bocadinho atrapalhada no início. Mas é como aprender a dançar, no início pisa-se os pés do parceiro, mas rapidamente se entra no ritmo.
E se não se sabe como fazer, basta perguntar ao parceiro o que ele gosta mais ou então ir à net pesquisar umas dicas. Não acho que isto deveria ser um assunto tabu, mas se calhar já muitas raparigas fugiram daqui a pensar «Que horror!! Esta gaja é louca! Eu nunca hei-de fazer isso».
Digam-me, meninas e meninos... O que acham deste assunto? Já alguma vez experimentaram? Gostam de fazer ou gostam que vos façam? Podem responder em anónimo.

Estava pensar em criar posts com dicas e conselhos para as relações e para o sexo. O que acham da ideia? Se tiverem algum dúvida ou quiserem saber alguma coisa enviem uma mensagem.

21 comentários:

  1. Sou da mesma opinião que tu. Acho que não se deve ter vergonha, afinal o sexo é das coisas mais naturais que existem e penso que seja normal querer-se obter o máximo de prazer. Seja em relação a sexo oral, masturbação e tudo mais. Desde que o casal se entenda, não vejo porque não :)

    ResponderEliminar
  2. É muito bom ver mulheres a abordarem este tema. Como dizes, é importante que o casal saiba dar prazer mutuamente. Ou seja, neste caso, dar e receber. Não esperar apenas que a mulher faça e ser sempre assim. Os meus parabéns por puxares o tema.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Sou completamente de acordo. Não há que haver tabus nestas situações. Que chega a ser constrangedor, chega, mas temos de passar isso pois é o nosso corpo e devemos de conhecê-lo, assim como o nosso parceiro.
    À resposta da rubrica, fazes muito bem! Acho uma ótima ideia :D

    ResponderEliminar
  4. O sexo é uma coisa natural e como tal deveria ser encarado da mesma forma. Acho que numa relação explorar o corpo da outra pessoa e deixá-la explorar o nosso é muito bom e no que toca ao sexo sou apologista de que devemos fazer tudo aquilo que dê mais prazer a nós e ao parceiro.

    Sinceramente não acho o sexo oral nojento, mas cada um deve fazer aquilo que está disposto a fazer sem que se sinta obrigado a fazer o que quer que seja, no entanto não há nada como experimentar para tirar as dúvidas.

    ResponderEliminar
  5. Sempre fui da opinião que não deveriam existir assuntos tabus. As melhores conversas que tive com algumas colegas minhas foi exactamente sobre assuntos como este.
    Pessoalmente tenho a mesma opinião que tu: há que experimentar. Só depois sabemos se gostamos ou não. Cá eu gosto e não acho que seja nojento.

    ResponderEliminar
  6. Para muitas raparigas é tabu, ou acham nojento, mas muitas se calhar é só conversa. Têm vergonha de dizer que gostam e fazem.
    Por mim acho que como tudo o que se relaciona com sexo, também o sexo oral está na cabeça de cada um. Se ambos concordarem e gostarem, não vejo onde é que está o problema.
    Lá diz a sabedoria popular que "enquanto houver língua e dedo, não há mulher que meta medo". eheheheh

    ResponderEliminar
  7. Gostei do post! Tenho 19 anos e comecei há um ano e pouco a ter relações sexuais. O meu namorado, tal como o teu, já era experiente, já sabia muita coisa e eu sempre fui muito medrosa em relação a isto. Namoramos há três anos e ele teve de esperar dois para poder fazer alguma coisa dessas. Como podes ver, fui teimosa :p ahah. Hoje entedemo-nos muito bem no que diz respeito a isso. Ao ponto de ele não me deixar fingir um orgasmo sequer. É engraçado!
    Quanto ao sexo oral, antes, eu era dessas meninas que dizia que era nojento. Quer dizer, não dizia, pensava porque eu era a mais púdica e a menina mais tabu que existe! Felizmente ele mudou-me nesse sentido e por isso hoje falo nisto de uma forma completamente diferente (;

    ResponderEliminar
  8. ah, quero que essa ideia da rubrica vá para a frente por favor :p ahah

    ResponderEliminar
  9. Eu nunca fiz e duvido que o venha a fazer, pois sou uma das que acha nojento. É inevitável achá-lo, confesso xD Mas sinto que isso é egoísmo da minha parte, pois o meu namorado já mo fez imensas vezes (e eu chego a sentir-me mal por não lho ter feito uma única vez), e eu, sinceramente, acho que o sexo oral (para mim, claro) chega a ser melhor do que o sexo propriamente dito...mas não devia, pois não? Se calhar é porque tanto eu como ele somos muito inexperientes ainda (perdemos a virgindade um com o outro, por isso...)
    Gostei da ideia da rubrica :)

    ResponderEliminar
  10. Acho boa ideia dos post's a falarem disto. Eu acho que não deveria ser tabu, eu e as minhas amigas costuma-mos falar sobre este assunto (nenhuma de nós ainda não teve relações).

    ResponderEliminar
  11. Querida anónima. eu no ínico achava muito estranho. Mas experimentei e gostei. Se tu gostas que ele te faça, ele também vai gostar.
    Experimenta fazer. Pede para antes ele se lavar, assim sentes-te mais segura e já não vais achar tão nojento. Experimenta nem que seja dois minutos. Se não souberes como fazer podes perguntar aqui ou procurar dicas como fazer. Ou então pergunta ao teu namorado se ele está a gostar.
    Vais ver que não é nojento. Não sabe mal, não é viscoso, não tem bichos. É como se tivesses a beijar outra parte do corpo.
    Só assim saberás se achas nojento.
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  12. tenho exatamente a mesma opinião que tu ! é muito importante que o casal conheça o corpo um do outro e se o poder fazer de forma divertida e com prazer à mistura é a cereja no topo do bolo.
    qt ao facto de o sexo ser tabu. I mean, eu falo disto com toda a naturalidade mas sei que há pessoas que não gostam nada !

    ResponderEliminar
  13. tenho a mesma opinião, se sou experiente? não! mas acho que é normal para os casais haverem novas experiência e que conheçam bem o corpo um do outro :)

    p.s: é uma excelente iniciativa!

    ResponderEliminar
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  15. depois apaga o comentário por favor!

    ResponderEliminar
  16. Querida anónima. Não devias ter vergonha daquilo que disseste. Algumas raparigas só começam a namorar muito tarde. Eu também tinha medo de beijar mal, mas não é nada que com um pouco de treino não se aperfeiçoe. Desde que não babes o rapaz e não lhe metas a língua até ao fundo da goela, então não há problema. Beija com paixão e com alma. Mas não devias de deixar de ter um relacionamento só porque tens medo de não saber beijar bem.
    Quanto ao teu outro problema, há raparigas que têm um cheiro assim menos comum, mas se achas que é algo problemático então devias ir ao ginecologia para teres a certeza que não é nada de mal e até mesmo para o médico te dar alguns conselhos.
    Espero ter ajudado. Se tiveres mais alguma dúvida, não exites em perguntar.
    Não te esqueças, não tenhas medo ou vergonha. Todas nós passámos por essa fase :) Beijinhos*

    ResponderEliminar
  17. totalmente de acordo! acho que estes temas deviam deixar de ser tabu!

    ResponderEliminar
  18. Pois bem, eu antes dizia que deveria ser um bocado nojento, no entanto nunca fui daquelas raparigas que disse "nunca o farei", sempre fui adepta de se experimentar e aí se não se gostar, não se faz mais.
    Adorei o facto de começares uma rubrica com este tema. Faz falta mais iniciativas destas.

    ResponderEliminar
  19. Eu desde sempre que o faço ao meu namorado !! Adoro fazê-lo e ele adora que eu o faça ehehe e o melhor de tudo é que a iniciativa é sempre minha porque o faço realmente por prazer em dar-lhe prazer. Simplesmente adoro e não acho nada nojento !!!

    Ele a mim também faz e eu também adoro que faça eheheh

    Excelente rubrica !!! Parabéns !! Temos mesmo de desmistificar certas coisas em relação ao sexo porque ainda há muita mente fechada !

    Beijinhos,

    P'

    ResponderEliminar