segunda-feira, 3 de março de 2014

RÚBRICA - SEXUAL LOVE ♡ 13


Já por várias vezes me pediram para falar de locais para se fazer o amor. Lugares excitantes, improváveis e que aumentam o prazer.

Então é assim, minhas papoilas... Não existe ao certo um lugar excitante que dê mais prazer em fazer sexo. Todos os lugares, sejam eles decentes ou indecente, dependendo dos princípios e das fantasias do teu parceiro/a, ou até mesmo do casal, podem ser lugares fantásticos para esta prática.
O sexo não é apenas prazer, é muito mais que isso. É uma aventura.
É óbvio que existem certos lugares e certas fantasias que deixam os nossos parceiros com mais prazer e excitação, e o prazer de fazer em certos lugares inapropriados tem a ver não com o sítio em si, mas como a forma como nós olhamos para o nosso parceiro. Nesse momento ele deixa de ser o nosso namorado e passa a ser o nosso amante. E é muito importante encararmos o nosso parceiro como um amante. Pois se formos a ver bem, os amantes são aquelas pessoas que não se encontram todos os dias, que fazem sexo onde conseguem, e muitas vezes sobre a pressão de poderem ser apanhados, e isso aumenta a excitação.
Por isso é que é tão prazeroso fazer o amor em lugares estranhos.
Um dos factores para aumentar o prazer é o factor surpresa, independentemente do sítio. Pode ser em casa, como na cozinha, no chuveiro, no sofá da sala ou no quintal. O quarto dos pais costuma ser um sítio onde muitos casais jovens gostam de fazer. Mas mesmo no próprio quarto podem variar de sítio. Em vez de fazerem sempre na cama experimentem em cima da secretária, no parapeito da janela, contra a parede ou estendam uma manta no chão. Ou mesmo a sair de casa, nas escadas do prédio.
No banco de trás do carro também costuma ser um local preferido. Se forem dar uma passeio só os dois, encostam o carro no sítio escondido, onde a probabilidade de serem apanhados seja baixa. Até pode ser à luz do dia, desde que escondidinhos.
No verão, atrás de umas rochas na praia onde ninguém vos veja, ou até mesmo dentro de água.
Depois de saírem da discoteca, na esquina de uma rua ou no parque de estacionamento, ou num parque; numa sessão mais tardia no cinema...
Enfim, o limite é o céu. Tudo depende das vossas fantasias e da vossa vontade de querer arriscar. Qualquer sítio pode ser um bom lugar para experimentar. Por exemplo, um sítio onde eu gostava de experimentar era num teleférico, vá-se lá saber porquê.
Espero ter-vos ajudado. E já agora deixo aqui a pergunta: Onde é que gostavam de experimentar?

15 comentários:

  1. Eu cá gosto muito de casa, variando o sitio claro! Fora de casa não acho interesse nenhum... Já fui quase apanhada dentro de casa e não gostei nada.

    ResponderEliminar
  2. Teleférico!! Nunca tinha pensado nisso! :o

    http://morningdreamsfree.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. R: Se há..gostei de muitos mesmo. Quais são os teus preferidos? :)

    ResponderEliminar
  4. Esta rubrica é tipo a melhor de sempre! :D

    ResponderEliminar
  5. Gostava experimentar na cozinha ou num provador de uma loja :)

    ResponderEliminar
  6. R: Pois é, eles estão sempre a dizer para ir para os países deles :p São uns fofinhos!

    ResponderEliminar
  7. Para além de alguns sítios que já referiste, acho que seria giro numa biblioteca

    ResponderEliminar
  8. Eu tenho a fantasia com o elevador... Mas qualquer lugar com alto risco de sermos apanhados é do meu agrado :p

    ResponderEliminar
  9. Estava com o meu namorado e ele estava a masturbar-me, e eu adorei. Confesso que nunca tinha ficado daquela maneira, embora não tenha sido a primeira vez que ele me tenha masturbado. As minhas pernas tremiam e eu tive de me agarrar aos lençois da cama para não me aleijar de tanto apertar as mãos. No final, ele perguntou-me se eu tinha tido um orgasmo. Como rapariga inexperiente que sou, disse-lhe que não fazia ideia... a minha pergunta é: como é que eu sei se tive um orgasmo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O orgasmo tem várias manifestações típicas : precisamente o tremor nas pernas, sobretudo nas coxas ; convulsões musculares na barriga e na zona vaginal e nádegas ; sensação de prazer forte ; intensificação da lubrificação vaginal, nalguns casos escorrendo líquido para fora ; vontade de apertar tudo com força - o parceiro, o lençol, a almofada, uma peça de roupa ; um maior desejo de ser penetrada ou simplesmente a continuação da masturbação ; o arfar muito forte ; os gemidos; a vontade, contida ou não, de gritar ou de dizer palavrões ; etc., etc.
      Não há duas mulheres (ou dois homens) iguais.
      Isto são referências padrão, muito variáveis de mulher para mulher e até com a mesma mulher, em função do nível de excitação, da disposição, das características e competências do parceiro.

      Eliminar
  10. Nos provadores de uma loja :P

    ResponderEliminar
  11. gosto de ser vista no acto, sem ser por pessoas conhecidas.
    e adoro ver os outros.
    provoca-me uma excitação brutal, fico com um desejo louco, louco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. já somos duas...
      dá cá uma t.....

      Eliminar
  12. Índigo, acabaste com a rubrica? :c

    ResponderEliminar