quinta-feira, 20 de março de 2014

Sem TABUS - homem sem blogue


O entrevistado de hoje é um blogguer muito conhecido por estes lados. Sinceramente, é um dos blogues que mais gosto de ler, pela sua sinceridade. Estou-vos a falar do homem sem blogue.

O blog é mais utilizado por mulheres, para partilharem o dia a dia, falarem sobre moda, livros, a vida, os Óscares, política, e muito mais. No entanto vemos alguns rapazes e homens também a terem um blog, tal como tu. O que te levou a criar o blog?
Não houve nenhum motivo em especial. Já lia alguns blogues, por influência da minha mulher, até que decidi criar o meu. Meia hora depois nascia a primeira versão do homem sem blogue. Mostrei à minha mulher e comecei a escrever. Sem perceber bem como, o blogue começou a crescer. Ainda hoje, poucas pessoas sabem quem sou. Inicialmente, pensava que seria o local onde iria guardar coisas que tinha na cabeça e que poderia ler mais tarde. Acabou por crescer muito. Fico surpreendido mas muito feliz. O blogue tem sido uma grande ajuda para mim e adoro os momentos de partilha com quem passa por lá para deixar uma palavra ou mesmo com quem me envia emails a falar dos mais diversos temas.


Como é para ti a definição de mulher perfeita (a nível físico e psicológico)?
A mulher perfeita é aquela que me arrebata por completo assim que estamos no mesmo espaço. Não tem de cumprir requisitos que passem por altura, peso, tamanho do peito e outras coisas. É aquela mulher que entra numa sala, de forma discreta, e enche por completo esse espaço, sem fazer por isso. Acho que essa perfeição passa sobretudo pela atitude. O físico é completamente secundário naquilo que é a minha perfeição.


Quais as atitudes que não suportas ver numa mulher?
Detesto mulheres de nariz empinado, que se julgam donas do mundo. Não suporto aquele ar de superioridade, do estilo: “sou muito boa, todos me admiram e sou superior a esta gente.” Pode ser a mulher mais bela do mundo mas, tendo esta atitude, perde por completo qualquer charme que pudesse ter.


Todos nós desenvolvemos fantasias, seja de cariz sexual ou amoroso. Queres partilhar alguma connosco?
Gosto imenso de fantasias. Acho que todas as pessoas devem ter fantasias. Ajudam a apimentar uma relação, mesmo que nunca cheguem a ser postas em prática. As fantasias transportam os casais para outro patamar de desejo. E isso é muito bom. Neste momento, a minha maior fantasia é ter sempre a meu lado a mulher que amo. Se assim for, todas as outras vão acontecer. Mas posso dizer que sou uma pessoa de mente aberta.


Que tipo de depilação na zona íntima mais gostas de ver numa mulher?
Brasileira, sem dúvidas.


Como é que uma mulher te leva ao céu debaixo dos lençóis?
Basta que não seja formatada nem siga um manual de instruções debaixo dos lençóis. Ou seja, vou fazer isto, a seguir aquilo, depois mais isto e está feito. Gosto que uma mulher viva o momento de forma intensa e que se deixe levar pelo desejo.


Quão importante é o sexo numa relação?
Muito! Para mim, o sexo é uma das principais bases de uma relação. Se o sexo for mau ou se o casal não se entender na cama, vai provocar sempre problemas, por mais que se amem. O sexo é muito importante e acho que algumas pessoas tendem, infelizmente, a desvalorizar o seu valor numa relação.


Na tua opinião, ainda existem tabus no que toca ao sexo? Quais achas que deveriam ser quebrados?
Existem muitos. O sexo ainda é falado em “esquinas” onde as pessoas vestem casacos para se esconderem. As pessoas têm vergonha de falar de sexo. Têm receio de colocar as suas dúvidas. Mais facilmente pesquisam informação no google do que trocam impressões com outras pessoas. E quem ousa falar abertamente de sexo é logo apelidado de porco(a). Começando a falar de sexo de forma aberta, acabam-se os tabus em torno do sexo. Sendo mais específico, o sexo anal representa um doas maiores tabus no sexo.


Muitas mulheres sentem-se inseguras com o seu corpo e optam por realizar cirurgias estéticas, como a colocação de implantes. Como preferes ver uma mulher: ao natural, mesmo que imperfeita, ou com implantes?
Do meu ponto de vista, uma mulher não é imperfeita porque tem o peito pequeno, porque tem o rabo grande ou porque tem uma barriguinha. Tal como uma mulher que se submete a intervenções cirúrgicas não é perfeita. Agora, se uma mulher acha que uma cirurgia estética vai dar-lhe mais confiança, sou a primeira pessoa a apoiar e a dizer: “faz!” Se isso vai fazer com que essa mulher seja mais segura, acho muito bem que o faça. Fazer só por fazer e entrar numa espiral de operações, já considero um exagero.


O sexo anal é algo que para muitos homens é o ponto alto do sexo. Verdade ou mito? E na tua opinião?
Não sei se é o ponto alto do sexo. Mas é uma das maiores fantasias dos homens. Isso é um facto. Acho que qualquer homem, pelo menos a sua maioria, gostará de mulheres que explorem essa parte do sexo. Só espero que não escolham namoradas/mulheres apenas porque gostam de sexo anal.


Queres deixar alguma dica às bloggers?
No que aos blogues diz respeito, que façam as coisas por si. Noto que existe uma grande competitividade e inveja neste mundo virtual. Isto não é uma corrida e as pessoas devem manter-se fiéis ao que são. Depois, acontece aquilo que tiver de acontecer. E isto aplica-se aos blogues e a tudo na vida. Obrigado pelo convite!

7 comentários:

  1. não conhecia o blogger, mas vou já tratar disso, obrigada por nos dares a conhecer pessoas mesmo interessantes ;)
    Blog being woman

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo convite. Gostei imenso de participar.

    beijos

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Como seria de esperar, BOM, fiel ao que já nos mostrou. Parabéns!!

    ResponderEliminar
  4. Já conhecia o blogger. Esta rúbrica é bastante interessante e actual. Muitos parabéns Indigo. Um excelente trabalho :)

    ResponderEliminar