quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Perdida no Zoo #1

Bem, vou-vos contar de uma das peripécias do dia de hoje.
Verdade seja dita, que apesar de adorar animais, sempre senti um certo medo por passarada. Mas enquanto veterinária (ainda estagiária) de um jardim zoológica, bichos com asas e penas é o que não falta. E hoje foi um dia com especial atenção para eles.
Já quando é para ir dar comida aos "patos" (patos, cisnes, gansos, grous, flamingos) tenho sempre algumas lutas com alguns bichos que teimam em vir correr na minha direcção de bico aberto. Já me aconteceu ser atacada por um cisne branco, lá no zoo. Não foi nada agradável, mas faz parte.
E hoje tivemos que ir sexar (descobrir se são machos ou fêmeas) os cisnes negros. Os cisnes não apresentam diferenças externas se são meninas ou meninos. Portanto tivemos que ir fazer uma caça ao cisne para ver se os ditos tinham algum pénis (que se encontra dentro da cloaca. Se forem fêmeas têm só cloaca).
Basicamente a aventura foi a seguinte: eu, a minha colega e o veterinário, armados com redes fomos para dentro dos recintos dos cisnes e andamos a correr feitos loucos e a atirar as redes em todas as direcções para ver se os conseguíamos apanhar. Apanhámos uns quantos, eu segurava no pescoço, a minha colega segurava nas patas e o veterinário fazia o exame. Ao fim de uns quanto, a minha colega ao agarrar no cisne para o soltar depois do exame ficou com a camisola cheia de merda fezes fedorentas e líquidas. Claro que eu me ri e o veterinário gozou com ela.
Uns quantos cisnes depois, o veterinário apanhou um cisne que, depois do exame feito, disse que era fêmea. Ele disse para nós fazer-mos também o exame para treinarmos. Lá fui eu e assim que peguei no bicho e apertei a cloaca saltou um pénis lá de dentro (era um macho, portanto). Fiquei toda contente por ter feito o exame melhor que o veterinário (enfim, é uma questão de jeito). Nisto ele diz: «Bem, agora fiquei na dúvida quanto ao outro cisne que disse que era fêmea. Temos que o ir apanhar outra vez.» Eu só pensava: «Não, já chega... Estou farta de cisnes.»
Bem lá fomos, e desta vez fui eu que fiz a sexagem ao cisne. Mal apertei a cloaca, esguichou merda. Eu vi aquela porcaria verde a vir na direcção da minha cara em câmara lenta. Felizmente ainda vou tendo bons reflexos e consegui desviar-me a tempo. Acho que foi o karma, por ter gozado com a minha colega. Por pouco ia-me acertando em cheio na cara e no cabelo. 
E são assim os meus dias. Mergulhada em merda, mas feliz!

7 comentários:

  1. São situações engraçadas a desempenhar algo que gostas :)

    ResponderEliminar
  2. Ao menos ficas com histórias giras para contar :)

    ResponderEliminar
  3. Ao menos há sempre histórias para contar depois xD

    ResponderEliminar
  4. ahahah que vivências hilariantes! Adorei a moral, sem dúvida!

    ResponderEliminar
  5. ahahaha, nunca mais te vais esquecer!

    ResponderEliminar
  6. Pelo menos tens histórias para os netos xD

    ResponderEliminar
  7. Quando se faz o que se gosta não custa muito :p
    E sempre são histórias giras para contar

    ResponderEliminar