segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Dicas para alugar uma casa/quarto


Esta já não é a primeira vez que andei à procura de casa/quarto para alugar. Há mais de um ano atrás, tive a mesma aventura, mas na Maia e correu muito mal. Por isso, desta vez resolvi ser um pouco mais cuidadosa, fazer mais perguntas aos senhorios, ter mais atenção a alguns pormenores e ter mais opções de escolha. Se algum dia embarcarem na mesma aventura que eu, e tiverem de sair de casa (seja qual for o motivo) e arranjar um espaço para vocês, deixo-vos então algumas dicas úteis que poderão seguir para não cair em nenhum cilada e terem bons colegas de casa.

Pesquisar em muitos sites: Principalmente se forem para uma cidade distante, é importante fazerem primeiro um pesquisa geral na internet, em muitos sites e com bastante antecedência. Aqueles que gostam, contactem logo os senhorios e digam que estão interessados.

Número de casas de banho: Este ponto é muito importante, principalmente se forem para uma casa partilhada. Casas com 3 ou mais quartos é preferível terem pelo menos 2 casas de banho (nem que uma tenha só a sanita e o lavatório).

Fazer muitas perguntas: Antes mesmo de ires visitar a casa, é importante fazeres todas as perguntas que tens a fazer: divisão de despesas e valor estimado, se tem internet, como são os outros moradores, problemas que a casa costuma apresentar, idade da casa (casas muito velhas e com pouca manutenção podem vir a dar muitos problemas).

Comparar preços e condições: Desta vez até uma tabela de excel fiz, para poder mais facilmente comparar as várias características e respectivos valores. 

Ir visitar a casa: Este é um passo muito importante. Assim conheces as verdadeiras condições, tens uma melhor noção do tamanho e se possível, conhece os outros moradores. Pergunta-lhes o que fazem (se são estudantes ou se trabalham), que tipo de rotinas costumam ter (numa casa onde façam muitas vezes pode ser divertido, mas também te pode ser cansativo e criar problemas), se a casa costuma ter problemas, como é o senhorio (é importante que o senhorio seja prestável mas que não seja cusco, ao ponto de entrar em casa sempre que lhe apetecer). Aproveitas e ficas um também um pouco em silêncio para conseguires perceber se estás numa zona muito barulhenta ou não.
Se possível, pede uma fatura do mês passado para saber quanto foram as despesas (caso este valor não esteja incluído na renda).

Localização: Ter uma casa ao pé da escola ou trabalho é preferível, caso não tenhas viatura própria. Também é importante averiguares a questão dos transportes públicos, a que distâncias estás de um supermercado, farmácia e outros locais que possam ser importantes para ti (por exemplo biblioteca, estação de comboios, etc).

E tu, já tiveste alguma experiência em alugar casas/quartos?

18 comentários:

  1. Eu já tive duas experiências.. Primeira correu muito mal.. A segunda fui mesmo para uma residência mas andei à procura de casa até ter a resposta da residência de estudantes.
    As tuas dicas são muito boas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também estive em residências universitárias e, apesar de todos os problemas, adorei ^^

      Eliminar
  2. Ótimas dicas!
    Neste assunto é mesmo preciso sorte, mas inteligência ou o que queiram chamar.

    ResponderEliminar
  3. Sem dúvida o mais importante é conhecer a casa se possível e fazer uma lista de coisas importantes a perguntar, porque muitas vezes na hora acabamos por nos esquecer de coisas essenciais.

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Gosto do novo design ;D Nunca sai de casa, e a minha faculdade é a 2 mim de carro de casa. Mas acho que as tuas dicas são muito boas nota-se que tens experiência e isso é uma mais valia para quem estar a sair agora do "ninho" dos pais!

    ResponderEliminar
  5. Fujo dos apartamentos e casas em prédios "para estudantes"... geralmente os senhorios facilitam, não arranjam as coisas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Por isso é que vou morar para uma casa em duas das pessoas são filhos do senhorio :P

      Eliminar
  6. Não sei se conseguiria alugar um quarto, numa casa habitada por desconhecidos. Se tivesse mesmo que ser, claro... Mas iria procurar um quarto com WC privado, de outra forma o desconforto seria muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma questão de hábito. Na faculdade morei em residências universitárias e tive sempre de partilhar casas de banho. Ao início é esquisito, mas depois habituas-te. Quando tem de ser, tem de ser. Mas é divertido partilhar casa ^^

      Eliminar
  7. Óptimas dicas!
    Mas não gostarias de alugar uma casa só para ti? Embora agora seja uma boa ideia partilhares casa uma vez que não conheces ninguém em Faro e assim fazias logo amigos (:

    ResponderEliminar
  8. Já tive que andar de casa em casa até assentar finalmente numa que me enche as medidas. E achei este post super útil mesmo. Muito boas dicas.
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Aiiie passei por isso em Maio do ano passado.. Agora só quero manter a minha casinha <3
    É realmente um processo chato e que podemos perder muito se não percebermos bem naquilo que nos estamos a meter.
    Boas dicas :)

    ResponderEliminar
  10. Adoro publicações com dicas. Mesmo sem sentir que as vou usar num futuro próximo (como acontece neste caso), acho que são um tipo de publicações vantajosas porque nos transmitem experiências e detalhes que muitas vezes nem colocamos na equação :)

    ResponderEliminar
  11. O maior problema é quando se tem que partilhar casa com estranhos...
    Eu não conseguia.
    Tive a sorte de não ter que optar por isso.

    ResponderEliminar
  12. Foot Massagers Review is Best Reviews site in the world about Foot Massager Reviews. If you want to know Foot Massager Key Point, Description, Pros and Cons.

    ResponderEliminar