quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

"Debaixo dos Lençóis" - Rúbrica


Uma anónima deixou uma dúvida relativa à sua vida sexual e métodos de contracepção: 

«Adorei o conceito da rubrica e quero deixar aqui a minha participação, um desabafo/dúvida. Podia fazê-lo por e-mail, mas não me sinto tanto à vontade, pois saberás quem sou enquanto seguidora (e vi que, no outro post que fizeste sobre esta rubrica, poderia participar comentando este post). Depois, se quiseres, poderás apagar este comentário.
O meu desabafo tem a ver com uma certa indignação da minha parte por causa dos preservativos. Eu sei que mais vale prevenir do que remediar (ainda para mais tendo em conta que não quero ter filhos), mas não gosto de estar dependente destas coisas. Chateia-me não poder ter relações com o meu namorado porque já se acabaram os ditos cujos e termos que interromper as preliminares para que ele o coloque. Mais do que isso, chateia-me porque acho que me magoa; fico com tudo a arder depois de o fazermos. É normal? Ou eu é que sou alérgica ao latex? De qualquer modo, isto faz com que o sexo seja tipo tortura na maior parte das vezes. E eu adorava poder fazê-lo sem preservativo (nem que seja para tirar a prova de que são eles que me magoam), mas, mesmo tomando a pílula há uns 3 ou 4 anos, não me atrevo, pois nem sei até que ponto ela é segura. Ando mesmo num dilema ultimamente, pois toda a gente diz que o sexo é óptimo, mas, no meu caso, não, não é. E não sei o que fazer quanto a isso. Quer dizer, não quero esperar até à menopausa para poder fazer sexo livremente (sem preservativo), por amor de Deus... E querem saber outra coisa? Eu adorava fazê-lo na água (mar, banheira, onde for). Mas colocar um preservativo num meio com água não me parece que dê jeito nenhum. Se eu ao menos tivesse a certeza de que estou protegida pela pílula...»

Se tomas pílula correctamente (não te esqueces de tomar nem te atrasas nas horas) então vais estar muito protegida. Não precisas de usar preservativos. Amigas minhas apenas usam a pílula como único contraceptivo e nunca engravidaram. Só tens que te certificar que a pílula que andas a tomar é certa para ti.
De qualquer forma, se queres continuar a usar preservativo, podes experimentar preservativos sem latex.
Qualquer dúvida também podes perguntar ao teu ginecologista.

Alguém quer comentar, dar conselhos, partilhar experiências semelhantes? Podem deixar na caixa de comentários ou enviar um email para talk.to.indigo@gmail.com.

15 comentários:

  1. vai ser o meu primeiro beijo (a sério). e o dele também. e agora?

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito da rubrica, quanto a isso ela também podia usar outro contraceptivo sem ser a pílula :)

    ResponderEliminar
  3. Adorei a clareza do post

    Sónia
    Taras e Manias

    ResponderEliminar
  4. Ela também tem que ter cuidado com os medicamentos(essencialmente antibióticos) pois podem cortar o efeito da pílula.

    Love,Jenna
    http://veatravesdemim.blogspot.pt/
    veatravesdemim@hotmail.com

    ResponderEliminar
  5. Eu tomo unicamente a pílula e é super seguro, cuidado é quando se toma com outros medicamentos que podem reduzir e eficácia, já me aconteceu e já tive de usar preservativo e cuidado também com as diarreias e quando se vomita, uma vez vomitei e depois andei a bater mal aha

    ResponderEliminar
  6. Eu uso exclusivamente a pílula e até agora não tive qualquer problema. Tu esclareceste muito bem a dúvida da tua leitora, a meu ver :)

    ResponderEliminar
  7. Quando se trata de parceiros regulares e fiéis é sempre previdente fazer um teste HIV. Se der resultado negativo e se usares a pílula adequada, receitada pelo ginecologista, e tendo alguns cuidados extra referidos em comentários anteriores, manda os preservativos para o diabo.
    Quebram a espontaneidade do acto, impedem uns preliminares 5* e o prazer para os dois fica brutalmente diminuído no momento dos orgasmos. Carne com carne, fluídos com fluídos, fluídos a espalhar-se pelos corpos é...DIVINAL !
    O resto são tretas e teorias patetas de quem nunca deu uma queca a sério.
    Mas temos de ser responsáveis. Quem quiser andar a saltitar, tem que gramar a merd* da camisinha que, por muito fina e especial que seja, é uma forte inibição do prazer na sua forma mais linda e sublime.

    ResponderEliminar
  8. acho que respondeste corretamente, pelo que sei! apenas para ter cuidado com a toma de outro comprimido juntamente com a pílula...

    ResponderEliminar
  9. Há sempre o controla a do mes... durante o periodo fertil preservativo e na altura mais segura só com a pilula pelo menos tem uma janelinha que dá para fazer testes e aproveitar o momento...
    há os preservativos sem latex... há outros metodos que são interinos e nem se dão por eles. é só questão de ir ao ginecologista e ver o que melhor se adapta...

    ResponderEliminar
  10. É basicamente o que disseste, ter cuidado para não esquecer de tomar, e claro ter a certezas de que ele não tem nada para poderem estar à vontade!

    ResponderEliminar
  11. A pílula é mesmo muito segura... mas o efeito da mesma é cortado pelas bebidas alcoólicas, por exemplo. ;)

    ResponderEliminar
  12. eu ainda não comecei a minha vida sexual mas também penso muito sobre o assunto deste post. obrigada anónima que fez a pergunta, obrigada indigo que respondeste :p

    r: obrigada <3

    ps: eu não sei se é só de mim mas cada vez que venho ao teu blog, a página bloqueia e diz "parabéns, ganhaste não sei o quê". :s

    ResponderEliminar
  13. A mim também me acontece o mesmo. Às vezes no fim do sexo começa-se a arder e não percebo porquê, já me aconteceu até durante o ato. Será que poderá ter algo a ver com usar preservativos com látex?

    ResponderEliminar
  14. É assim no meu caso, sempre usei os dois, mas mais por causas das doenças (pois em relação a gravidez é impossivel pois não posso ingravidar), na altura que namorava não o conhecia bem por isso o preservativo, caso essa anónima conheça bem o namorada (mas é sempre preferível fazerem análises, ir a uma centro hospital a uma consulta de planeamento é sempre bom e é discreto, não fazem muitas perguntas) neste caso então não há problema, mas acho sempre bem que faça sempre análises, pois por mais que conheças o namorado e ele diga que não tem doenças, ele próprio pode não saber por isso é o melhor.

    bjs

    ResponderEliminar