sexta-feira, 4 de julho de 2014

RÚBRICA - SEXUAL LOVE ♡ 14

Após alguns meses de ausência nesta rúbrica, finalmente vou escrever um ovo post. A inspiração têm-me faltado: muitos exames e trabalhos, a morte da minha amiga e alguns problemas pessoais impediram-me de ter vontade para escrever sobre este tema.
Mas não se preocupem, está de volta!

Vou-vos responder a alguns perguntas que fizeram no último post. Espero ser o mais esclarecedora possível. Quem não concordar, pode sempre dar a sua opinião. E quem tiver dúvidas ou questões pode sempre escrever nos comentários ou então enviar um email.

ANÓNIMO: A primeira vez doí muito para a rapariga? Sai muito sangue? A mulher sente prazer na primeira vez?

Acho que já tinha respondido a uma pergunta semelhante aqui no blog, mas faço-o novamente. Depende muito: depende da rapariga, do jeito do rapaz, do pénis do rapaz, se a rapariga está bem lubrificada e relaxada.
A minha primeira vez doeu muito. Mas foi uma coisa bastante atrapalhada, sem prazer, à pressa e pouco confortável. Mas amigas minhas dizem que a primeira vez delas não doeu. Simplesmente não sentiram nada. Algumas sentem logo prazer. Varia muito.
E assim como a dor, também a quantidade de sangue que sai também varia. 

ANÓNIMO: Pode-se fazer sexo oral ao parceiro sem que ele use preservativo se ambos forem virgens? ou seja, não há risco de transmissão de DST?
Se o rapaz é virgem, não há o perigo de ter contraído uma Doença Sexualmente Transmissível (DST) através do acto sexual. Mas essas doenças não se apanham só após de ter tido relações sexuais. Também se pode contrair através do uso de agulhas contaminadas. Mas este tipo de doenças não resiste durante muito tempo fora do corpo humano, por isso a forma mais frequente de transmitir este tipo de doenças é através do contacto íntimo entre duas pessoas. Também pode haver transmissão de DST da mãe para o filho durante a gravidez, parto ou amamentação.
Se o homem estiver infectado, através de sexo oral sem protecção, as DST podem ser transmitidas.

ANÓNIMO: Lubrificantes vaginais bons.
Até agora só usei um. Eu faço reacção aos lubrificantes normais (começa-me a arder muito), por isso só posso usar lubrificantes à base de água. O que eu uso foi-me aconselhado pelo médico, mas pode-se comprar em qualquer farmácia sem receita. Chama-se KY Gel Lubrificante e é simplesmente fantástico. Não faz nenhum tipo de reacção e "escorrega" que é uma maravilha. Custou à volta de 13€, se não estou em erro.

ANÓNIMO: Pode haver ardor ao penetrar, como se o pénis não conseguisse entrar?
Pode. Acontece quando a rapariga não está bem lubrificada e relaxada. Nesses casos não há nada melhor que sexo oral para ajudar. O lubrificante também pode ser um bom amigo quando o pénis tem um tamanho maior.

ANÓNIMO: Ao perder a virgindade o que muda? O período muda ao perder a virgindade?
Como eu tomo a pílula, o meu período manteve-se o mesmo em comparação com quando eu era virgem. Por isso, não te sei bem responder a esta questão. Segundo a minha mãe, o período muda mais quando se engravida.
Quando uma mulher perde a virgindade e começa a ter relações sexuais frequentemente fica mais solta. Acho que isso lhe altere a auto-estima e ganha uma espécie de brilho. Fica a parecer e a sentir-se mais adulta. Isto falo por mim, claro. 

22 comentários:

  1. Perdi a virgindade em Dezembro do ano passado, no entanto cada vez que tenho relações doí-me imenso, eu estou descontraída nem sequer penso na dor mas não tenho prazer nenhum...isso é normal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas a descontracção tem de ser antes e durante o ato. Também podes experimentar usar lubrificante...

      Eliminar
    2. Já usei e não resulta, doí sempre :/

      Eliminar
    3. Às vezes as maiores dores vêem de dentro de nós! Por pensarmos demais...

      Eliminar
    4. Talvez sim mas a verdade é que estou sempre descontraída quando estou com ele..acho muito estranho e já passou imenso tempo :s

      Eliminar
    5. Talvez seja do tipo de preservativo que ele usa! Já pensaste nisso?

      Eliminar
  2. R: não tem mal. Só achei melhor avisar para ninguém correr o risco

    ResponderEliminar
  3. Fico contente que tenhas continuado com a rubrica :)

    ResponderEliminar
  4. Quando se tem a primeira vez não te ocorreu o medo do preservativo rebentar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é normal acontecer, mas não podes estar sempre a pensar nisso. Na minha primeira vez eu não tomava a pílula e isso fez-me um bocado de confusão... No entanto, tentei esquecer isso e simplesmente aproveitar o momento. Acredita, a probabilidade de um preservativo rebentar é muito pouca, mas é claro que tens de escolher uns de qualidade e ter cuidado ao colocá-lo.

      Eliminar
  5. Quanto tempo temos de pilula para ela fazer efeito caso o preservativo rebente?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. na pílula diz o efeito. normalmente a pílula é muito eficaz e desde que tomes sempre à mesma hora em princípio não haverá problema.

      Eliminar
  6. como sabemos que o preservativo rebentou?

    ResponderEliminar
  7. Ainda bem que esta rubrica continua! :b

    ResponderEliminar
  8. Ainda bem que superaste esses maus momentos, força!!! :3

    xoxo,
    Lovely Seventy One

    ResponderEliminar
  9. lettercrossing, um projeto entre cartas, junta-te a nós!

    ResponderEliminar
  10. Gosto desta troca de experiências!

    ResponderEliminar
  11. gosto tanto desta rubrica! já tinha saudades :)

    ResponderEliminar
  12. Esta é sem dúvida a minha rúbrica preferida. Parabens!!! Como sempre fantástica!
    bjs

    ResponderEliminar
  13. Achas que é necessário ir ao ginecologista para tomar a pílula?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não fui. Fui antes a uma consulta de planeamento familiar no centro de saúde. Algumas amigas minhas começaram a tomar a pílula sozinhas, foram à farmácia e compraram (o que eu não aconselho muito porque podes estar a comprar uma pílula que não seja a mais adequada).

      Eliminar